Goioerê, quarta-feira, 21 de agosto de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE
07/09/2018

Nossa Pátria - Pr. Pedro R. Artigas

Nossa Pátria  - Pr. Pedro R. Artigas

Nossa Pátria

Pr. Pedro R. Artigas

 

 

Estamos comemorando a semana da Pátria, um momento de enaltecimento de nossa cidadania como Brasileiros. É um tempo de nos orgulharmos de pertencermos a este País tão cheio de maravilhas e de grandiosa paz, mas não podemos nos esquecer como diz o texto bíblico que aqui não é nossa verdadeira Pátria. Como cristãos, nossa verdadeira casa é o céu conforme Filipenses, capítulo 3, versículo 20, onde o apóstolo Paulo ensina: “Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo”. Mesmo assim, às vezes, nossos desejos nos amarram ao aqui e agora. Desfrutamos os bons presentes de Deus — casamento, filhos, netos, viagens, carreiras, amigos. Ao mesmo tempo, a Bíblia nos desafia a focarmos “Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra”, segundo Colossenses capítulo 3, versículo 2. As coisas lá do alto podem incluir os benefícios invisíveis do céu: presença permanente de Deus, repouso eterno e herança incorruptível.

Creio com certeza que viver aqui na Terra é muito bom, mas se nossa vida se resumir somente no aqui e agora somos os mais infelizes, segundo o apóstolo Paulo ensina na carta aos Coríntios capítulo 15, versículo 9 : ”Ora, se a nossa esperança em Cristo se restringe apenas a esta vida, somos os mais miseráveis de todos os seres humanos. A ressurreição dos crentes”.

Não fomos criados para viver em meio a aflição das coisas que nos acontecem na vida, mas para viver as bonanças que Deus colocou à nossa disposição sobre a terra. A Bíblia em todo seu contexto nos mostra que temos uma pátria onde mana leite e mel, ou seja, onde as tarefas acontecem diferente do nosso cotidiano.

Se estudarmos com mais vagar o texto bíblico veremos que partir do capítulo 4 de Gênesis até a última palavra de Apocalipse tudo nos direciona para essa realidade que Deus criou e que o pecado nos tirou. Pode parecer estranho, mas tudo que nos acontece desde que o pecado entrou em nossas vidas, e que Cristo veio para nos resgatar da morte serve para reforçar nossa identidade com a nossa Pátria Celestial, esta vida corrompida só estará verdadeira e completa quando formos nos encontrar com o nosso Senhor na Jerusalém eterna.

Então nos alegrarmos com as festividades e dela participarmos faz parte de nossa vida aqui, pois estaremos demonstrando que somos participantes dessa Nação, e esperamos a Glória Eterna. E esta demonstração serve também para mostrarnosso envolvimento com nosso próximo conforme o mandamento de Jesus.

Eu amo meu País e o sirvo segundo suas leis, e as obedeço, sendo uma forma de mostrar meu respeito e apreço, mas o faço segundo os ensinamentos de Cristo descrito no texto bíblico. E relacionando o dia 7 de setembro mostra quando o Brasil se separou de Portugal para viver segundo suas leis, mostrando ao mundo sua maturidade de poder caminhar sobre suas próprias pernas, tendo Deus como seu Senhor. Quando olhamos os documentos, que são mostrados nos museus encontramos a frase: no ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, e isso desde a carta de Pero Vaz e Caminha no ano de 1500.

Somos um País Cristão, servimos ao Deus Verdadeiro, dessa maneira devemos ser honestos e verdadeiros como nosso Deus o é. Recebemos como irmãos a todos que aqui aportam e aportaram, e fizeram e buscam fazer esta terra ser o gigante que somos. Dessa maneira olhemos para o mundo em convulsão, e vejamos a paz que reina sobre nós, e como povo alegre, nos alegremos neste 7 de setembro, sem nos esquecer de nossa Pátria Celestial. Shalon.

 

PUBLICIDADE

Fonte: Nossa Pátria - Pr. Pedro R. Artigas

Pr. Pedro R Artigas

Pr. Pedro R Artigas

Escreve sobre Contato Pastoral

Pedro Rivadavia Artigas 

Pastor Metodista formado em 1985 pelo CEMETRE 

Especializado em Aconselhamento Familiar 

Formado em Técnico Químico em 1969 - Colégio Osvaldo Cruz - SP 

Especialização em Marketing pela ADVB - SP em 1974 

Atualmente aposentado Cultivando Orquídeas

Ler mais notícias

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 0011632/PR

Desenvolvido por Cidade Portal