Goioerê, quarta-feira, 21 de agosto de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE
13/10/2018

Jesus a água preciosa - Pr. Pedro R. Artigas

Jesus a água preciosa  - Pr. Pedro R. Artigas

Jesus a água preciosa

Pr. Pedro R. Artigas

 

 

Há uma passagem no texto bíblico que é muito interessante pelo aspecto que ela traduz, está no Evangelho de João capítulo 7, versículos 37 a 39: “No último e mais importante dia da festa, Jesus levantou-se e disse em alta voz: "Se alguém tem sede, venha a mim e beba.Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva".Ele estava se referindo ao Espírito, que mais tarde receberiam os que nele cressem. Até então o Espírito ainda não tinha sido dado, pois Jesus ainda não fora glorificado.

Em uma região onde a água é escassa, e na festa que lembra o período em que estavam no deserto, e viviam em cabanas, a inspiração de Jesus é muito poderosa, e este diálogo ocorre durante a festa dos Tabernáculos em Jerusalém, e Jesus mesmo sabendo que queriam prendê-lo vai para a festa. E aqui se pudermos fazer um exercício de mente, poderemos imaginar a cena.

 Jesus estava no Templo e os fariseus e os principais do Templo chamam a guarda romana para prendê-lo. Mas Jesus chama a todos os que estão ali presentes para receber d’Ele a verdadeira água, e aproveita a hora, pois nesta festa havia um ato tradicional de se carregar água do poço de Siloé, para colocá-la numa bacia de prata possivelmente ao lado do altar do sacrifício.

 Isto era feito diariamente nos primeiros sete dias da festa. No oitavo dia, contudo, não era feito, o que tornou ainda mais dramática a oferta da água da vida eterna feita por Jesus.

 Jesus, sempre colocava as últimas coisas em primeiro lugar. Ele notou a necessidade de as pessoas - principalmente seus oponentes - receberem água viva. Convidou-as a estarem com ele e a não mais terem sede. Esta era a hora e o lugar para convidar as pessoas à vida.

Jesus, contudo, não foi preso ainda desta vez, como podemos ler no versículo 46, e os guardas ainda explicaram o motivo pelo qual não conseguiram prender a Jesus. Segundo suas palavras "jamais haviam ouvido alguém falar como Ele".

Jesus falou que a água da vida era para todos, não para alguns privilegiados, e por isto mesmo convidou os seus adversários. Convidou também a que abandonassem os rótulos que tinham e que os separavam dos outros. Jesus os incluiu na vida que tinha proposto.

"Vir e beber" é a oferta mais simples que podemos receber. A única exigência para que seja aceita é a crença na veracidade das palavras de Jesus. Elas dão um novo foco à nossa visão sobre quem somos. Tudo o que importa é o amor de Deus por todas as pessoas. Nada é impossível ao cristão fiel. Se uma pessoa der apenas um passo na direção da água, Jesus dará dois. Mas, como é difícil a pessoa se dispor a dar este passo. Temos medo de muitas coisas, mas precisamos ter a certeza de que é somente quando provamos desta água é que temos coragem para comunicar a outros a delícia desta vida. Meu amado irmão, se você já experimentou desta maravilhosa água, anuncie a outros desta fonte, de que maneira? Convidando, convidando e orando por essa pessoa, hoje temos dificuldade em convidar as pessoas para beberem da fonte preciosa. A mulher samaritana ouviu esse convite de beber dessa água, e saiu a proclamar a todos dessa maravilha.

Nossa vida baseada somente na tecnologia nos afastou das pessoas, vivemos muito para nós mesmos e não nos importamos com o que se passa ao nosso lado, muitas vezes nem sabemos quem é o nosso vizinho, ou pior nem nos importamos em saber. Precisamos quebrar essa barreira e voltar a olhar nos olhos das pessoas para procurar compreendê-las. Vamos à igreja, mas não cumprimentamos aquele que está sentado ao nosso lado, e mentimos dizendo que é para não interferir com sua adoração, quando na verdade temos medo. Se queremos viver uma vida plena é necessário beber da água viva chamada Jesus, que chamou a todos para beber. Seja sensível ao chamado de Jesus e venha buscar da vida plena e verdadeira. Shalon.

Fonte: Pr. Pedro R. Artigas

Pr. Pedro R Artigas

Pr. Pedro R Artigas

Escreve sobre Contato Pastoral

Pedro Rivadavia Artigas 

Pastor Metodista formado em 1985 pelo CEMETRE 

Especializado em Aconselhamento Familiar 

Formado em Técnico Químico em 1969 - Colégio Osvaldo Cruz - SP 

Especialização em Marketing pela ADVB - SP em 1974 

Atualmente aposentado Cultivando Orquídeas

Ler mais notícias

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 0011632/PR

Desenvolvido por Cidade Portal