Goioerê, domingo, 20 de setembro de 2020 ESCOLHA SUA CIDADE
27/05/2020

Remédios no combate ao coronavírus

Remédios no combate ao coronavírus

Inúmeras pesquisas e estudos sobre efetividade de alguns medicamentos contra Coranavírus tem sido divulgado.Pesquisadores, cientistas e profissionais da saúde no mundo todo têm focado sua energia e recursos em busca de uma reposta rápida para a pandemia causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Além do desenvolvimento de vacinas, a pesquisa global busca estabelecer tratamentos eficientes e seguros para a covid-19. Importante frisar que por enquanto, não há medicamentos ou terapias aprovadas pelas autoridades médicas e sanitárias para prevenir ou tratar a covid-19 no Brasil ou em qualquer outro país. Existe sim medicamentos que já são comprovados sua eficacia para outras doenças e que em pesquisa em in vitro, ou seja laboratoriais deram resultados positivos contra (Sars-CoV-2). Vamos tratar aqui hoje e nas demais semanas sobre cada medicamento.

•     Hidroxicloroquina e cloroquina
Ambos em estudo para o combate da covid-19, a hidroxicloroquina e a cloroquina são remédios de formulações diferentes, mas que levam a cloroquina como base. Seus benefícios clínicos são parecidos, mas a hidroxicloroquina é considerada um pouco mais segura, com menos efeitos colaterais, e por isso é foco de mais estudos. O medicamento é de uso controlado que tem efeito imunomodulador —fornece aumento da resposta imune contra determinados microrganismos—, e por isso é usada para tratar doenças autoimunes, como lúpus e artrite reumatoide, e até malária.

No combate à covid-19, o papel da hidroxicloroquina seria controlar a infecção impedindo que o vírus se reproduza. Além disso, um dos efeitos do remédio é modificar o pH de vesículas que estão no interior das células. Isso prejudica a produção de partículas que um vírus precisa para se multiplicar. Assim, ele acaba não se reproduzindo e a infecção é controlada. Mas atenção embora haja muito debate e esperança de boa parte da população na droga, sua eficácia não é comprovada: enquanto alguns testes indicam melhora dos pacientes, outros apontam que a droga não fez diferença no tratamento.
Fiquem ligados nas próximas semanas que continuaremos a falar sobre os principais medicamentos em estudo contra coronavírus.

 


Cidade Portal - O Seu Portal de Notícias!
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Cidade Portal pelo WhatsApp (44) 99979-8991 ou entre em contato pelo (44) 3838-7475

 

 

Fonte: UOL Viver Bem | Rafael da Silva Favarão

Rafael da Silva Favarão

Rafael da Silva Favarão

Escreve sobre Saúde

- Rafael da Silva Favarão
- Formado pela Universidade Paulista UNIP - 2008
- Pós graduado em Gestão e Tecnologia farmacêutica pelo Instituto Racine - SP
- Pós graduado em Gerenciamento de Indústria pela Fasul Toledo PR.
- Experiência de quase 10 anos na Industria Farmacêutica na produção de medicamentos, 
- Atualmente Gerente Farmacêutico Responsável Técnico da Farmacia Nova Goioerê.

Ler mais notícias

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 0011632/PR

Desenvolvido por Cidade Portal