Goioerê, sábado, 10 de abril de 2021 ESCOLHA SUA CIDADE

Esportes

07/03/2021

Palmeiras vence o Grêmio mais uma vez e é tetracampeão da Copa do Brasil

Palmeiras vence o Grêmio mais uma vez e é tetracampeão da Copa do Brasil

O Palmeiras venceu o Grêmio neste domingo, 07, por 2 a 0, no Allianz Parque, e conquistou mais uma vez a Copa do Brasil. É a quarta vez que o Verdão ganha a competição —as outras foram em 1998, 2012 e 2015. Wesley e Gabriel Menino fizeram os gols na arena.

A equipe de Abel Ferreira já tinha a vantagem de jogar pelo empate, pois havia batido o Tricolor na Arena Grêmio por 1 a 0, com gol de Gustavo Gómez.

A Copa do Brasil faz o Palmeiras encerrar a temporada com três títulos. Já campeão Paulista e da Libertadores, o Verdão igualou a temporada de 1993, a última em que havia conquistado três torneios em um único ano (Paulista, Rio-São Paulo e Brasileiro). O Grêmio segue com cinco taças do torneio mata-mata nacional.

O MELHOR: WESLEY ABRE O CAMINHO

O velocista palmeirense decidiu o jogo no Allianz, ao fazer o primeiro gol, em uma boa jogada construída por Raphael Veiga. Destaque no início da temporada, o camisa 47 ficou quase três meses fora por conta de uma lesão no joelho, mas voltou a tempo de disputar as finais. Na ida, já foi bem; na volta, encaminhou o tetra alviverde.

O PIOR: PEPÊ APAGADO NOVAMENTE

O camisa 25 do time gaúcho não chegou a tempo de concluir a melhor chance do Grêmio no jogo, no início do duelo, mas o lance foi só o aperitivo da atuação em São Paulo. Apagado, Pepê manteve a rotina recente. Não chutou a gol, não conseguiu engatar arrancadas e foi sacado antes do fim.

ATUAÇÃO DO PALMEIRAS

O Verdão não começou tão bem o jogo, mas assim que conseguiu dificultar a troca de passes do Grêmio, passou a incomodar com giros na intermediária de Raphael Veiga e Wesley. No segundo tempo, o time aproveitou-se nas transições e merecidamente fez os gols para decidir o título. Uma equipe que conviveu com questionamentos pelo desempenho em alguns momentos, mas que faz história. Três títulos em uma temporada é algo raro de se ver.

ATUAÇÃO DO GRÊMIO

O time de Renato Gaúcho começou de forma promissora e teve a possibilidade de sair na frente, mas pecou pela falta de pontaria. A partir do momento em que o Palmeiras começou a colocar a bola no chão e dificultar os lances de pivô de Diego Souza, a construção do Tricolor gaúcho foi atrapalhada. Uma atuação decepcionante, atrapalhada também por uma atuação sem grande confiança do goleiro Paulo Victor.

CRONOLOGIA

Com as novidades de Vanderson e Thaciano na escalação, o Grêmio começou melhor e teve a primeira chance clara aos dois minutos, quando Pepê chegou atrasado na pequena área. Após o início favorável ao Tricolor, o Palmeiras chegou a abrir o placar com Raphael Veiga, aos 18, mas o lance foi anulado por impedimento.

No segundo tempo, o Verdão definiu a conquista: Wesley, logo aos oito minutos, aproveitou o passe de Raphael Veiga e colocou o Palmeiras na frente em casa. Quando Renato Gaúcho começou a colocar o time no ataque, o time de Abel Ferreira aproveitou um contra-ataque aos 38, com Willian abrindo para Gabriel Menino. O garoto chutou cruzado, e Paulo Victor não conseguiu pegar. 2 a 0 e festa alviverde na arena.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 x 0 GRÊMIO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 7 de março de 2021, domingo
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa-RJ)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)
Quarto Árbitro: Bráulio da Silva Machado (Fifa-SC)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Zé Rafael, Marcos Rocha (PAL); Paulo Miranda, Kannemann (GRE)

GOLS: Wesley, aos oito minutos do segundo tempo (1-0); Gabriel Menino, aos 38 minutos do segundo tempo (2-0)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Alan Empereur e Viña; Felipe Melo, Zé Rafael (Patrick de Paula) e Raphael Veiga (Mayke); Wesley (Gabriel Menino), Rony e Luiz Adriano (Willian). Técnico: Abel Ferreira.

GRÊMIO: Paulo Victor; Vanderson (Victor Ferraz), Paulo Miranda, Kannemann (Churín) e Diogo Barbosa; Maicon, Matheus Henrique, Thaciano (Jean Pyerre), Alisson (Guilherme Azevedo) e Pepê (Ferreira); Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho

 

PUBLICIDADE

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | UOL

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados.

Desenvolvido por Cidade Portal