Goioerê, segunda-feira, 11 de dezembro de 2017 Trocar cidade

Região

06/10/2017 | Concebido por Assis chateaubriand

Sindicato dos trabalhadores assina Acordo Coletivo com as cooperativas

Sindicato dos trabalhadores assina Acordo Coletivo com as cooperativas

Na manhã desta sexta-feira (6/10), o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas nas Cooperativas no Brasil – Fenatracoop e presidente dos Sindicatos de Trabalhadores em Cooperativas: Sintrascoopa e Sintracoop, Mauri Viana Pereira, recebeu na sede do escritório da Fenatracoop na cidade de Londrina, os representantes das cooperativas: C.Vale de Palotina e Copagril de Marechal Cândido Rondon. Na oportunidade foi assinado o Acordo Coletivo de Trabalho com as cooperativas.

Depois de uma campanha salarial que duro quase 4 mês, o sindicato dos trabalhadores conseguiu chegar no índice de 5% de reajuste salarial e 5% no Vale Alimentação, o que totalizou 10% de conquista. Como é de costume, os sindicatos realizaram assembléias itinerantes, onde foram levadas urnas nos departamentos das cooperativas para que os trabalhadores pudessem votar em três opções: aprovar a proposta patronal, dissídio coletivo de trabalho e indicativo de greve.

Na cooperativa Copagril 1.947 trabalhadores votaram, sendo que 1.256, 64,5% votaram pela aprovação do reajuste e 302 trabalhadores, 15,5% votaram na greve. Somando o índice de quem votou na greve 15,5%, no dissídio coletivo 5,4%, em branco 11,7% e aqueles que anularam o seu voto 2,9%, teremos o índice de 35,5% dos trabalhadores da cooperativa Copagril que não aprovaram o reajuste. Já na cooperativa C.Vale 4.438 trabalhadores votaram, destes 3.337, 75,2% votaram pela aprovação, 577, 13,0% votaram na greve. Somando o índice de quem votou na greve 13,0%, no dissídio coletivo 5,3%, em branco 5,5% e nulo 1,1%, teremos o índice de 24,9% dos trabalhadores da C.Vale que não ficaram satisfeitos com o reajuste.

Durante a assinatura dos Acordos Coletivos, os representantes das cooperativas revelaram que entre 18 a 20 de outubro, será pago aos trabalhadores os valores do reajuste retroativo ao mês de junho, quando venceu a data base da categoria. “Encontramos muitas dificuldades neste ano, as cooperativas, através do sindicato patronal, enrolaram ao máximo as negociações. Entendemos que a atual situação do Brasil não ajudou em nada, mas assim mesmo conseguimos fechar um bom acordo coletivo. Enquanto outras categorias de trabalhadores, conseguiram 2,35%, 3,35% e 4% de reajuste, o sindicato Sintrascoopa fecha com as cooperativas: C.Vale e Copagril 5% de reajuste e mais 5% no Vale Alimentação. Ano que vem temos outras negociação, esperamos que as cooperativas tenham um pouco mais de bom censo e resolvam valorizar ainda  mais seus trabalhadores”, afirma Mauri Viana Pereira.

 

PUBLICIDADE

Fonte: ASSIS CHATEAUBRIAND | CIDADE PORTAL | ASSESSORIA DE IMPRENSA

OPINE!

CIDADE PORTAL
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso. © 2017. Todos direitos reservados.

Desenvolvido por Cidade Portal