Goioerê, sábado, 30 de maio de 2020 ESCOLHA SUA CIDADE

Goioerê

22/05/2020

Secretaria de Saúde de Goioerê informa a realização do Liraa e o índice fica em 1,0

Secretaria de Saúde de Goioerê informa a realização do Liraa e o índice fica em 1,0

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, informa que neste mês de maio foi realizado mais um levantamento do Liraa pelo setor de Combate a Endemias no Município de Goioerê. O Liraa (Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti) é uma metodologia que permite conhecer de forma rápida, por meio de amostragem a presença de recipientes com larvas de Aedes Aegypti nos imóveis, quais os depósitos que representam maior probabilidade de servirem como criadouros, os tipos de imóveis e localidades com maior incidência. As informações que o Liraa fornece auxiliam no direcionamento das ações de combate ao mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya, Zika e Febre Amarela urbana.

A metodologia utilizada para a realização do Liraa é a preconizada pelo Ministério da Saúde, sendo que a amostragem ocorre por sorteio e a inspeção ocorre em um percentual de imóveis do quarteirão. Durante o levantamento realizado entre os dias 12 e 14 de maio os Agentes de Endemias realizam a inspeção nos imóveis, com identificação e exame dos depósitos, com a coleta e posterior exame laboratorial das amostras de larvas.

O índice apontado pelo levantamento foi de 1,0, colocando o Município de Goioerê em estado de alerta. Para melhor compreensão o Ministério da Saúde classifica o índice menor que 1,0 como satisfatório, para o índice entre 1 e 3,9 em alerta e risco de surto para índices superiores a 3,9. Assim, quanto menor for o índice, menor será a possibilidade de o Município ter um surto da doença. 

Com base nos dados obtidos pelo levantamento realizado, identificou-se que os recipientes com incidência de Aedes Aegypti foram os do tipo A2 (Depósitos ao nível do solo para armazenamento doméstico como tonel, tambor, barril, tina, depósitos de barros, cisternas, caixas d’água, captação de água) e tipo B (vasos/frascos com água, prato, pingadeira, recipiente de degelo de refrigeradores, bebedouros, pequenas fontes ornamentais).

Segundo a Coordenação de Endemias, “o Município de Goioerê hoje esta em epidemia, e o resultado do levantamento demonstra o descuido das pessoas com relação a dengue, pois passamos por uma época sem grande incidência de chuvas, com períodos de quarentena, onde a população permaneceu em suas casas e mesmo assim os imóveis apresentam o maior percentual dos depósitos com larvas do Aedes Aegypti, além disso, o tipo de recipientes com a maior incidência engloba aqueles de fácil remoção e eliminação”. Complementa ainda que população deve continuar com os cuidados básicos em suas residências, comércios e terrenos, eliminando todos os tipos de criadouros, vistoriando diariamente seus imóveis, pois a dengue não descansa, e quando menos se espera ela bate a nossa porta. 

Após o resultado a Equipe de Combate a Endemias direcionará seus trabalhos para as áreas com maior índice de infestação, de modo a eliminar os possíveis criadouros e focos do mosquito.

 

Cidade Portal - O Seu Portal de Notícias!
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Cidade Portal pelo WhatsApp (44) 99979-8991 ou entre em contato pelo (44) 3838-7475

PUBLICIDADE

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIOERÊ

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 0011632/PR

Desenvolvido por Cidade Portal